Grávida pode tomar vinho

Tenho uma amiga grávida e oferecei vinho para ela. Agora me arrependi. Alguém sabe me dizer se grávidas podem beber vinho?

O consumo de vinho de forma moderada não prejudica a gestação. Indo contra grande parte do que os médicos sempre relataram, ao longo dos anos, um estudo feito e publicado na Revista Internacional de Obstetrícia e Ginecologia afirma que uma mulher grávida pode beber, no máximo, uma taça de vinho.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a ingestão de bebida alcoólica pela mãe durante a gravidez pode oferecer riscos ao bebê, seja qual for a quantidade e a bebida escolhida. Isso quer dizer que o perigo só é totalmente eliminado caso a ingestão de álcool seja cortada da dieta ao longo de toda a gestação.

A resposta é não. Apesar dos inúmeros estudos já realizados sobre o assunto, nenhum deles traçou com clareza qual é o limite para um consumo seguro de álcool durante a gravidez. Dessa forma, por conter um alto teor alcoólico, o vinho pode ser extremamente prejudicial para a gravidez e seu consumo é proibido.

A recomendações das sociedades de obstetrícia continua sendo a abstenção total. Mesmo com o estudo apontado pela @Isadorabrito, ainda não é provado que seja seguro o consumo de álcool durante a gravidez.

O estudo apontado aqui pela @Isadorabrito pode ser encontrado em https://obgyn.onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/1471-0528.12246.

O estudo afirma em sua conclusão que não encontrou evidência que o consumo de 1 ou 2 taças esteja ligado com desenvolvimento de alterações de saúde em crianças até 7 anos, entretanto o próprio estudo conclui dizendo que “However, we remain unclear on what is the level for drinking safely and how this level might be affected by individual susceptibility”. Ou seja, ainda não está claro qual é considerado um consumo seguro, e se isso varia de mulher para mulher. O estudo diz ainda que é necessário mais pesquisas.

Ou seja, há poucos estudos que falam em “consumo seguro de álcool durante a gravidez” mas nenhum é de fato conclusivo. Não se sabe se o consumo de 1 taça por semana é seguro para todas as mulheres. É possível que na média seja seguro, mas para outras mulheres pode não ser seguro.

Em resumo: é possível que 1 taça só não faça mal, mas isso ainda não é provado ainda. A ciência se baseia em revisão por pares, e a pesquisa citada ainda não foi revisada por pares. Na falta disso, as comunidades de ginecologia e obstetrícia continuam recomendando (infelizmente) CONSUMO ZERO de álcool durante a gravidez.

Não é recomendado que grávidas consumam álcool durante a gravidez. O consumo de álcool pode afetar o desenvolvimento do feto e levar a problemas de saúde graves. Ainda que algumas pessoas possam acreditar que beber uma quantidade moderada de álcool durante a gravidez não é prejudicial, a verdade é que não há níveis seguros de consumo de álcool durante a gravidez. Portanto, é melhor evitar o consumo de álcool durante a gravidez para garantir a saúde e o bem-estar do feto. Se você estiver grávida e tiver dúvidas sobre o consumo de álcool ou outros assuntos relacionados à sua gravidez, é importante falar com o seu médico ou profissional de saúde.