Como segurar taça de vinho

Teria um jeito certo ou qualquer jeito é o certo?

Sim, existe uma regra de como segurar a taça de vinho. Pela etiqueta, você deve segurar a taça de vinho pela haste, a parte mais fina da taça, que conecta o bojo à base, evitando sujá-la.

Saber como segurar uma taça de vinho corretamente é tão importante quanto escolher uma que seja adequada para o tipo de vinho que se deseja degustar.

Segurando-a pelo bojo, os seguintes problemas podem surgir:

  • Deixar marcas de dedos no vidro – Além de ser esteticamente feio, ficará mais difícil realizar a análise visual da bebida, uma das primeiras etapas em uma degustação;
  • Dificultar a inclinação da taça – No momento da análise visual, é importante que a taça possa ser facilmente inclinada para percepção das reais cores do vinho, a unha de evolução, entre outras características;
  • Alterar a temperatura da bebida – O calor transmitido pelas mãos aquecerá o vidro e fará a bebida esquentar mais rápido;
  • Interferir nos aromas do vinho – Quanto mais perto a mão estiver do nariz, maiores são os riscos de cheiros de cremes, perfumes e sabonetes interferirem na percepção dos aromas da bebida.
  • Dificultar o brinde – Brindar com os demais degustadores segurando a taça pelo bojo pode ser um pouco mais difícil.

É importante sempre segurar a taça pela haste, pois é para isso que ela existe.

Como Segurar uma Taça de Vinho

1 - Segure a taça pela haste, entre as pontas dos dedos polegar, médio e indicador.
2 - Segure a haste com as pontas dos dedos polegar e indicador.
3 - Use as pontas dos dedos polegar e indicador para segurar a taça pela parte da haste localizada diretamente acima da base.
4 - Apoie a base fazendo um tipo de alavanca com o dedo polegar.
5 - Nunca segure a taça pelo bojo.

Pela etiqueta, não existe uma regra única de como se segurar a taça. Entretanto, é recomendado segurá-la pela haste (parte da taça que liga a base ao bojo), pois assim evitamos sujar o bojo da taça, principalmente, quando houver harmonização. Isso também mantém a temperatura do vinho que, em contato com a mão, aquece e perde rapidamente sua temperatura ideal de consumo.